2008-08-31

Katso, pede desculpa

O grande responsável pelo empate? Katsouranis. O Jorge Sousa, igual a si mesmo, não marcou o penalty sobre Di Maria aos 31 minutos e fingiu não ver a agressão a Cardoso (creio que do Burro Alves) na mesma jogada em que o Katso depois vê desnecessariamente o segundo cartão amarelo. No estádio só o árbitro não terá visto, na SporTV suponho que nem tenham mostrado imagens da agressão. Influenciou o resultado, mas mesmo assim... O SLB podia ter ganho, tal o domínio no início da segunda parte, que após o golo se intensificou.

Mas Katsouranis ou já assinou pelos andrades, como em tempos o Maniche, ou é imbecil. Agarra o Lucho sabendo que ele se vai deixar cair para dentro da área e o boi preto vai marcar penalty, e faz aquela falta que obriga o Benfica a jogar mais de meia hora com dez contra 14. No mínimo deverá pedir desculpa aos adeptos. Até percebo a frustração por Jorge Sousa mais uma vez não ter visto uma agressão e permitido o contra-ataque dos andrades, mas já devia calcular que o douradinho não ia deixar passar esta oportunidade de mostrar cartão vermelho a um jogador do SLB.

PS: Esqueci-me da entrada para cartão vermelho do traidor sobre Quim, que o douradinho mais uma vez perdoou mostrando apenas amarelo. Apenas mais um dos "erros" do mais bem classificado corrupto da época passada.

3 comentários:

Anónimo disse...

Soou o alarme. Tal como aconteceu na primeira jornada Quique volta a errar no posicionamento de Aimar em campo. Vimos várias vezes o argentino no papel de ponta de lança, perdido no meio dos dois centrais portistas, sem qualquer hipótese de discutir ou dar seguimento aos cruzamentos dos colegas. Definitivamente, Aimar não tem vocação nem atributos para actuar nesta posição e Quique já deveria ter percebido isso há muito tempo.

Depois, um erro inqualificável de Katsouranis, ao cometer uma grande penalidade de forma estúpida. Este tipo de lances até nem é inédito no grego e mantê-lo por opção sistematicamente como central, é algo para mim impensável. Espero bem que não regresse à titularidade tão cedo após o castigo, O segundo cartão amarelo só veio reforçar esta minha convicção. Umas boas semanas de banco, ou de bancada, vão fazer-lhe muito bem.

Verdadeiramente inacreditável a imagem que passou para a opinião pública de uma equipa fisicamente de rastos, com várias lesões e muitos problemas musculares à mistura, na sequência do que já aconteceu em épocas anteriores. Parece que um dos potenciais pontos fortes desta equipa técnica não está a funcionar. A rever o trabalho deste preparador físico, mas para já foi muito preocupante o que se viu hoje.

O FCP mereceu ganhar o jogo, fez mais por isso, embora eu, se estivesse na pele de um adepto portista, teria ficado bastante desiludido com a ineficácia ofensiva de uma equipa a jogar com onze contra seis adversários em condições, mais uns quatro que quase não saiam do mesmo sítio. O empate para o Benfica foi o melhor que se conseguiu arranjar num jogo que mais uma vez deixa a nu algumas debilidades já crónicas.

O futuro é já amanhã, há pouco tempo para lamber as feridas. Temos rapidamente de dar a volta a este texto e transmitir mais confiança aos adeptos.

jbs disse...

Não estou de acordo com esta análise de todo. O FCP foi uma equipa banal, na qual o traidor não fez uma jogada decente, e que mesmo quando já estavam a jogar contra 10 nada mais conseguiram que as jogadas do Lucho. O único golo que conseguem é de penalty, e têm a bola ao poste. As jogadas de perigo do SLB pareceram-me todas bastante mais esclarecidas, uma ou duas mesmo não tendo entrado por manifesto azar no ressalto de uma bola.
Mas é uma opinião. Só acho estranho com duas jornadas se atacar tanto o Quique - isso só ajuda os nossos adversários.

abidos disse...

Não esquecer a entrada do Cebola sobre o Maxi, para amarelo, que se tivesse sido mostrado, fazia com que fosse expulso quando da falta sobre o Quim...!!!
Apesar de não existir, uma repetição em condições, o Lucho parece em fora de jogo, no lance do penalty...!!!

 
origem