2008-01-27

Mais uma vez contra 14

Primeiro que tudo, vi este jogo durante um jantar com amigos, sem grande esperança pois uma arbitragem como a que efectivamente aconteceu já era esperada; o guimarães é um dos clubes mais ligado aos porcos e protegido como tal.
O bom disto é que não ouvi os comentários dos animais da TVI, que já me disseram que foram, como de costume, anti-SLB e anti-Luis Filipe, e fui vendo o jogo descontraído, no meio da conversa. E o que vi, faz-me perguntar:
O que será necessário para limpar o futebol de GATUNOS como este João Ferreira? O indivíduo trazia a lição bem estudada; como o LADRÃO da semana passada e os outros todos desde o início do campeonato, a ordem era roubar o máximo de pontos possíveis ao SLB e castigar os nossos jogadores se sequer tentassem jogar à bola. Petit leva amarelo quando lhe chutam a bola à cara; Rui Costa leva amarelo por ter chocado com um jogador do vitória e sair de maca (sendo clara a intenção de impedir que o Maestro se apresente frente ao nacional); várias faltas sobre Cardozo por marcar, como infelizmente é habitual em todos os jogos; pelo menos dois fora de jogo inventados ao ataque do SLB; e uma segunda parte que parecia a primeira do jogo com os andrades na Luz, tudo o que era mergulho dos caceteiros era marcado como falta, e as agressões deles aos nossos jogadores passavam impunes. E foi impressão minha, ou o golo deles foi marcado em fora de jogo por um jogador que viu DOIS amarelos e não foi expulso? Repito, já que a justiça portuguesa e o CD da liga não castigam os criminosos, e estas alimárias continuam a empestar os nossos relvados, que será necessário fazer?

De resto, grande SLB. Jogando mais uma vez contra 14, como tem sido em todos os jogos deste campeonato e dos últimos 25, calou um clube que faz da cacetada e da falta de educação a sua bandeira. 3 a 1 que teriam sido mais se não fosse a ajuda vergonhosa, já referida, do funcionário andrade que hoje apitou.

9 comentários:

Bobu disse...

Mais do mesmo. Pelo menos caíu por terra a tese do "só jogam muito contra o Benfica, e contra os outros facilitam".

Também gostei da parte do "clube que faz da cacetada e da falta de educação a sua bandeira".

jbs disse...

Lol... Qual tese? Então agora o guimarães já não é dos que quando joga nas antas é para perder?

E ainda bem que gostaste - sabes que é a mais pura verdade. Basta ver o comportamento da claque do guimarães quando joga contra o glorioso - pior só mesmo os super dragays.

abidos disse...

A previsibilidade das arbirtagens nos jogos do Benfica já irrita !!!
O militar João Ferreira, desde que foi tornado publico a conversa entre o Major, e o LFV, ficou claramente condicionado, antes já não era de muita confiança, mas depois deste acontecimento, tornou-se impossivel assistir serenamente, aos jogos arbitrados por este senhor...
Mais uma vez teve a colaboração dos auxiliares:
-As duas oportunidades que o Vitória teve na primeira parte, estavam ambas em fora-de-jogo, o Fajardo('branca' do Luis Filipe), e o Mladan(cruzamento da direita).
-Livre perigoso contra o Vitória, com cartão para o jogador do Guimarães, transformado em cartão para o Rui Costa.
-Mau alivio de um defesa do Vitória, com a bola a bater na barriga do Cardozo, com 2 jogadores do Benfica, a isolarem-se, e o auxiliar a marcar, Mão na Bola !!!
-Fora-de-jogo mal tirado ao Cardozo.
-Atraso de um jogador do Vitória, para o Nilson.
-'Milhares' de faltas sobre o Cardozo não assinaladas, nas disputas no ar, como é habito...
-Cartões ao Petit, e ao Nelson completamente ridiculos, principalmente quando os jogadores do Vitória fizeram muito pior, ou igual, e não tiveram castigo.
-Não existe qualquer falta no lance do golo do Vitória, o Nelson faz um corte limpo, e na altura que o livre é marcado o Ghilas está fora-de-jogo, o facto de o Luis Filipe ter tocado na bola, não anula o fora-de-jogo.
-Várias faltas inexistentes contra o Benfica, principalmente no meio-campo do Benfica, tentando aproveitar a falta de centimetros do Benfica...
-O disciplinador arbitro, desta vez permitiu, que os jogadores do Vitória protestassem todas as sua decisões...
-Como foi possivel, o Flávio Meireles não ter levado amarelo?!!!
-Os 6 minutos de desconto ao intervalo, foram um mistério, a reparação da rede, demorou menos de metade do tempo !!!

A TVI, também teve previsível, o Vlademar desta vez não teve a companhia do Manuel Queirós como em Paços, mas o discurso foi o mesmo...
A primeira referência negativa ao arbitro foi ao minuto 75, quando pela primeira vez, um fiscal de linha errou contra o Vitória !!!
Sempre que é marcada uma falta contra o Benfica, temos que ouvir, que para a proxima leva cartão !!!
O Ghilas, deverá ser o proximo Zidane !!!
As várias vezes que os jogadores do Benfica, protestaram Mão na Bola, por parte dos jogadores do vitória, não tiveram repetição.
Na parte final do jogo, quando o Benfica jogava no meio campo do Vitória, a convicção dos comentadores era inabalável, na parte final do jogo o Vitória iria fazer 'chuveirinho', e devido à inferioridade de centimetros do Benfica, iria dar a volta ao marcador !!!
Comparar o numero de repetições, do lance do Leo, em Paços, e do lance, que deu o golo ao Vitória, é extraordinária !!!

Bobu disse...

O Guimarães quando vai às Antas, vai para perder, mas ao menos ainda faz de conta que dá luta. Há um certo esmero. Nada de bolas passadas pelos defesas aos avançados adversários, nem o guarda-redes faz alívios para os pontas-de-lança. Ontem só faltou mesmo o auto-golo. De qualquer forma, ganhou quem procurou mais a vitória, e isso é que é de louvar.

Já agora essa coisa dos dragays, é algum padrão de análise de comportamento? Do género "não esfaqueias ninguém, és um dragay", ou "não matas ninguém com um very-light e fogrs, és um dragay"?

Bobu disse...

Conversa entre o Major e o LFV?! Mas qual conversa?

jbs disse...

Agora é que percebi onde queres chegar... Então para ti uma equipa que tem o benefício descarado da arbitragem, que não se coíbe de simular falta por tudo e mais alguma coisa, cujos jogadores entram em todas as jogadas, muitas vezes de forma ilegal mas sem desistir de nenhuma, está a jogar para perder porque o SLB conseguiu ser superior a isso tudo? E quando vai às antas os jogadores ficam quietos, não correm atrás da bola, abrem caminho para os avançados do porto, fazem tudo para não marcar golo quando têm oportunidade, isso para ti é jogar para ganhar?
LOL!

jbs disse...

E quanto aos dragays - a grande diferença é que os adeptos do SLB, na sua grande maioria, condenaram o caso do very light. Só vi uma pequena minoria dos adeptos do porto condenar as agressões dos SD, isto quando condenavam. Vi carrinhas de crianças de 10, 11, 12 anos destruídas quando voltavam de jogos nas antas, parecia que tinham ido a Beirute ou a outra zona de guerra. Tive colegas meus do liceu agredidos pelo público por se atreverem a marcar quando jogavam basket nas antas. Isso nunca aconteceu cá. Tal como nenhuma claque do SLB está ligada aos ajustes de contas mafiosos que têm acontecido na noite. Nem nenhuma claque do SLB invade campos com impunidade (e lembro-me de um jogo de hóquei em particular, com um ministro no público, e transmissão em directo, e que não deu nada). Nem nenhuma claque do SLB ganha jogos de hóquei à morteirada. Quando muito alguns adeptos do SLB conseguem o estádio interditado por um ano ao tentar responder às agressões feitas a um adepto durante o jogo (agressões que vieram a levar à morte do adepto). Nem nenhuma claque do SLB publicou um livro a detalhar a impunidade com que se rouba, agride e trafica droga com a protecção da SAD. Nem nenhuma claque do SLB se assume como guarda pretoriana de um dirigente que se apresenta a tribunal após um dia a fugir da justiça. Podia continuar. Há outros exemplos, há muitas diferenças entre os SD, o apoio que lhes é dado pelo porto e pelos seus adeptos, os serviços que fazem aos seus dirigentes, e todas as claques de todos os outros clubes.

Tudo isto são grandes diferenças. Mas para quem tem a lata de afirmar que o guimarães não fez tudo, mas tudo inclusive o ilegal, para tentar ganhar sábado ao SLB, isto é capaz de não dizer nada.

Bobu disse...

É verdade, não diz absolutamente nada. O último golo do Cardozo - e até o do Maxi Pereira - diz mais, do que qualquer coisa que possas escrever. Se aquilo não foi fácil - embora com mérito, reconheça-se - não sei o que foi.

jbs disse...

Pode ter sido fácil - mas isso não implica que foi facilitado. Se fosse para facilitar não tinha sido o Rui Costa derrubado quando seguia isolado para a área, no lance que lhe valeu o amarelo por ter tido a ousadia de sair lesionado. E se fosse para facilitar não teriam sido cometidas as faltas todas que ficaram por marcar quando os defesas do guimarães se empoleiravam nas costas do Cardozo para melhor alcançar as bolas.

 
origem