2008-06-14

Inferioridades

De facto não entendo alguns andrades. Deve ser muito triste ser tão infeliz, tão inseguro das suas capacidades e do seu clube, que só se afirmam através da fraude e da corrupção. Saber que é tão improvável conseguirem ganhar algo de forma limpa que festejam o afundar da FPF na lama da corrupção onde já a liga estão mergulhada à muito. Sentir que são tão merdosos que mentir é algo considerado normal. Serem tão frustrados que festejam um "tri-campeonato" sem qualquer valor, obtido mais uma vez graças a ajudas inqualificáveis da arbitragem e da liga. Defenderem animais como Bruno Alves, talvez por ser da mesma estirpe que estes adeptos. Terem como ídolo alguém que finalmente e incompreensivelmente chegou a comendador, mas que sempre será famoso para os adeptos dos outros clubes (por mais que editem e censurem as biografias online) como o "manitas de trapo", o "enterra-selecções", o tal que tira bolas de dentro da baliza, defende fora da área, deixa entrar frangos monumentais para depois serem anulados pelos corrompidos. Ser tão invejoso de um clube honesto e com um historial de verdadeiras vitórias que apregoam uma vitória da corrupção como sendo uma derrota do Glorioso, e nem sequer percebem que isso é verdade. Ser tão temeroso e obediente à famiglia que se censura todos os comentários nos jornais, se despede os poucos jornalistas com coragem, se cria um clima de mentira e fraude nos media para fingir que ainda há quem acredite que tem merecimento o que cada vez mais se sabe que é fraude.
Já não percebo é se é só inferioridade se é mais uma prova que os Cro Magnon e os Neanderthal se miscigenaram em Portugal, mais concretamente numa área em volta da baía do Douro. Pelo menos os comentários e o raciocínio de alguns "eminentes" adeptos andrades tudo apontam nesse sentido. Mas também o comportamento canalha e cobarde do governo, da FPF e de todos aqueles que tinham a obrigação de fazer respeitar o estado de direito tal indicia. Porque quando se permite a uma advogada andrade ignorar a lei e continuar impune a proteger o clube do mano, quando se permite a esta famiglia continuar impune a dominar jornais, polícia e tribunais, quando um membro do governo fica famoso por "fechar os olhos" aos casos de corrupção e por ser membro activo da famiglia, campeão da perseguição a atletas do Glorioso, quando um presidente da república condecora representantes da famiglia, quando fica impune a mentira e o voltar atrás nas decisões para proteger a famiglia, qual é o recado que estão a dar aos cidadãos honestos? Que não vale a pena ser honesto? Que se queremos justiça tem que ser pelas nossas mãos? Será que quem tem o poder neste momento tem consciência disso, ou sofre da mesma doença do comum adepto andrade? Será que não vêm que a continuar assim, as bombas que os andrades usam para "ganhar" campeonatos de hóquei, para matar testemunhas perigosas, as armas de fogo com que diferentes ramos da famiglia se matam, tudo isto pode um dia virar-se contra eles? Ou nem sequer se preocupam com isso, tão seguros estão da sua impunidade, do alto da sua cegueira neanderthal?

2 comentários:

Anónimo disse...

Toma um Konpensan que isso passa!!

É cada galinha mais estúpida do que a outra!!

O que vale é que vão a passos largos a caminho da extinção!!

Desapareçam de uma vez por todas da face da terra abutres!!!

Espécie maldita!!!

jbs disse...

E não podia faltar o exemplar a dar-me razão. Estes andrades são tão previsíveis que até fazem pena... Vá lá, pelo menos este sabe usar um corrector ortográfico. Em nível educacional já deve estar nos 5% mais cultos da espécie andrade.

 
origem